PEDS - 2017/2021: “RESPONDE GLOBALMENTE ÀS PREOCUPAÇÕES QUANTO AO CRESCIMENTO ECONÓMICO MAIS INCLUSIVO” - REPRESENTANTE DA ONU EM CABO VERDE

PEDS - 2017/2021: “Responde globalmente às preocupações quanto ao crescimento económico mais inclusivo” - Representante da ONU em Cabo Verde

A Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde, Ulrika Richardson, defende que o Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável -PEDS- 2017/2021 “responde globalmente às preocupações quanto ao crescimento económico mais inclusivo” de Cabo Verde. Pelo que parabeniza o Governo pela elaboração do documento.


“O documento tem muito bem integrado, toda a questão da desigualdade do género, mas também as questões de desigualdades de rendimento”, defende a Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde, sem deixar de apontar as preocupações sociais respaldadas no Plano. Pelo que disse fazer uma avaliação positiva do PEDS. Foi mais longe afirmando que os pilares do PEDS são “pontos forte” que vão permitir ao Governo trabalhar nos próximos anos com eficácia e eficiência nesses domínios. 
A representante do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde defendeu, porém que a questão do ambiente deveria ter um maior destaque no documento, com um pilar próprio. Entretanto, não escondeu a satisfação ao constatar que o tema ambiente foi introduzido como um fator principal para o crescimento económico, tendo manifestado a apreciação positiva das Nações Unidas ao PEDS, enaltecendo ainda que o Plano está alinhado com a Agenda Global 2020/2030 para o Desenvolvimento Sustentável, como com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A diplomata realçou ainda que se poderia ter ido um pouco mais longe, e explicou: “porque isso poderia facilitar o país em fazer um seguimento mais eficiente. Ainda em ter uma única plataforma de seguimento. O que evitaria fazer relatórios paralelos tanto para o PEDS como para os ODS”. 
Manifestou-se, porém, agradada com a vontade da construção de uma plataforma única para um seguimento eficiente e eficaz. A responsável da ONU enalteceu ainda a recente sessão de socialização, enfatizando que reforça o documento. 


Ulrika Richardson defendeu, neste sentido que o mais importante agora é a implementação. É da opinião que o Governo precisa montar “arranjos de implementação fortes e multissectoriais”. Isto segundo enfatizou, para evitar a natural tendência de os setores em trabalhar isoladamente. Pelo que parabenizou o Governo pela elaboração do Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável num processo que segundo enfatizou não foi fácil. 
Ulrika Richardson fez estas declarações no ato de apresentação do Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável -PEDS- 2017/2021 que aconteceu no inicio desta semana na cidade da Praia.

Sexta, September 22, 2017 - 13:50